O Município

O Município

por Interlegis — última modificação 21/06/2015 10h01
Informações gerais de como interagir com a Casa Legislativa, presencialmente ou por qualquer meio de comunicação, tais como, fotos da sede, mapa de como chegar, endereço completo, horários de atendimento, telefones de contato, endereços de e-mail relevantes, links para serviços e o que mais for importante.

O Município

Origem do nome: Tailândia, denominação dada a Vila, então ligado ao município do Acará, em 03 de junho de 1978, devido ao País de mesmo nome na Ásia, passar por guerra civil por fronteiras, na mesma época dos conflitos por terra na região.

Apelido: Cidade da Liberdade

Emancipação político-administrativa: 10 de maio de 1988

População Estimada: 79.299 mil habitantes (IBGE/2010)

Densidade Demográfica: 17,9 Km²

Altitude: 49 m

Área Territorial: 450.141,7194 ha

PIB:R$ 266.236,00 (IBGE/2007)

Distância da Capital do Estado: 240 km

Padroeiro: São Francisco de Assis

Prefeito Atual Interino: José de Sousa Nojosa (PMN) 1º mandato (2016/2020)

Presidente da Câmara: José Dario Oliveira Souza (PSB)

Geografia

HIDROGRAFIA

Na drenagem do município destaca-se o rio Acará que o atravessa de sul para norte. Nasce na serra dos Coroados, ao sul de Tailândia. Recebe, pela margem direita, o rio Urucuri, limite parcial, ao norte, com o município de Acará, e os igarapés Anajateua, Ipiranga, Ipiranguinha e Papurá.

Pela margem esquerda, o seu principal afluente é o rio Aju-Açu e o igarapé Turiaçu, este fazendo limite parcial, a nordeste, com o município de Moju.

 

PATRIMÔNIO NATURAL

A alteração da cobertura vegetal natural do município está somada a do município de Acará (37,43%), pois fazia parte dele, quando do trabalho de levantamento da vegetação do Estado do Pará, no ano de 1988, utilizando-se imagens LANDSAT-TM, do ano de 1986.

Na rede hidrográfica, destacam-se os rios Acará e Aju-Açu, e o igarapé Papurá. As principais fontes de desmatamento e poluição são as serrarias e a produção de carvão em larga escala. Porém, ainda possui áreas com coberturas florestais virgens que merecem preservação.

 

SOLOS

Refletindo a geologia e a geomorfologia da área, os solos que predominam no município são o Latossolo Amarelo, textura argilosa, e ConcressionáriosLateríticos.

Indiscriminados nas áreas de terra firme, enquanto, nas áreas de várzea, são comuns os Gleys e Aluviais, entróficos e distróficos, texturas indiscriminadas, exuberante na quantidade de terra preta, importantíssima para a gricultura.

 

TOPOGRAFIA

Face à singeleza da topografia, o município não apresenta variações altimétricas expressivas, sendo que, suas cotas se encontram em torno de 35 metros, com máxima de 96 metros, ao sul. Na sede, a cota é de 45 metros.

 

VEGETAÇÃO

Na maior parte do município, corre Floresta Equatorial Latifoliada de terra firme, apresentando como subtipo a Floresta Densa dos baixos platôs.

Já nas áreas próximas às margens do Rio Acará, localiza-se a mata de várzea que ocupa os terrenos mais baixos, sujeitos a inundações. O assédio dos agricultores e pecuaristas sobre as florestas primitivas, através da remoção da cobertura vegetal para a implantação de lavouras e pastagens, vem ocasionando um acelerado surgimento de florestas secundárias.

Vale ressaltar, também, a existência de um grande projeto de plantio de seringueira e palma, existente no município.

Compartilhe com seus amigos....Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page